sábado, novembro 04, 2006

AAAAAHHHHH!!!!!!

Oh, meu Deus! Hoje no Diário Digital li que "aquele senhor que toda a gente está convencida que é o PR" quer que a Cimeira Ibero-Americana se realize em Portugal em 2009. Quantos estádios se iram construir? Quem sabe? Talvez um "Palácio de Conferências" em Boliqueime?

É certo e sabido que somos um país de eventos. Continuamos a ter falta de uma série de infraestruturas básicas: creches, infantários, centros de saúde, hospitais, escolas, prisões, etc. No entanto, quando algum génio se lembra de que devemos acolher determinado evento, lá se canaliza o Orçamento para coisas "essenciais", como podemos concluir do exemplo da Casa da Música, no Porto, construída para o Porto 2001 e concluída em 2005. Não é que não considere que devamos organizar eventos internacionais, mas será necessário investir tanto em infraestruturas que depois se tornarão verdadeiros mamarrachos mal aproveitados...
É uma maravilha saber que o Pavilhão da Utopia/Atlântico pode acolher provas de windsurf indoor... O CCB foi contruído para acolher a primeira presidência de Portugal da UE, uma coisa que dura 6 meses...
Não quero nem falar nas infraestruras criadas para a Expo que foram desaproveitadas...

O que será que se vai construir para acolher a Cimeira Ibero-Americana? Com certeza vão decidir realizá-la numa cidade em que não haja um sítio decente para a fazer e depois lá vai mais uma pipa de massa em obras...

Mas pronto... É a vida no país de brincar...

3 comentários:

CM disse...

Bom eu acho que desta vez deve ser em Lisboa (espero eu, porque se poupava dinheiro nas instalações) visto que em 1998 a Ibero-Americana foi no Porto (na Alfândega que foi remodelada para o efeito). Espero não estar em Portugal nessa altura. Em 98 fiquei quase quinze dias sem dormir. Sem falar da carga de porrada que apanhei dos seguranças do Fidel...
Caso seja em Lisboa, deverá ter lugar ou no CCB (afinal é pra isso que ele lá está) ou talvez na antiga FIL que também foi remodelada para acolher grandes reuniões internacionais durante a Presidência portuguesa da UE em 2000. Claro que somos um país de eventos, mas já que gastámos o papel, agora temos que aproveitar as instalações para fazer mais qualquer coisa. Senão é que não vale mesmo a pena.
O pior mesmo vai ser a confusão de trânsito que isso vai dar em Lisboa...
Espero que não se lembrem de a fazer no Algarve, senão vamos ter que construir um edifício novo de propósito...

MissRita disse...

pois é isso mesmo que a D. está a prever!!! :))

Nika disse...

É mesmo... Olha a visão que os outros têm de nós...

http://www.iht.com/articles/2005/07/18/business/funding2.php

Acho que isto diz tudo...

Rebel-Fairy
http://leonormleal.blogs.sapo.pt