segunda-feira, dezembro 12, 2005

Poupar electricidade e dizer adeus...

Não sei se já vos aconteceu ir a casas de banho de restaurante com aqueles dispositivos maravilhosos de detecção de movimentos que acendem a luz.
A mim já e é sempre um grande stress, porque se se "agacharem" para mijar na sanita têm de pôr os dois braços no ar e dizer adeus para a luz se acender novamente. E o pior é que normalmente essas casas de banho são minúsculas e ultra claustrofóbicas. A minha teoria é que como aquela merda é posta por gaijos, que mijam de pé, nunca se lembram que as gaijas mijam sentadas. Claro que esses gaijos devem sofrer de prisão de ventre ou estar cheios da sua masculinidade e só se lembram que mijar é de pé. Qual é a vossa teoria?

Enquanto estava a escrever isto, lembrei-me de outro episódio com uns amigos nossos (quem quiser que se acuse). Fomos ver a casa de uns amigos que se tinham mudado há pouco tempo para um prédio com alguns anos. As visitas moravam todas em prédios novos, recentes e com os famosos detectores de movimentos para acender as luzes nas partes comuns do prédio.
Resultado: os donos da casa subiram no primeiro elevador e as visitas ficaram à espera do segundo. A luz apagou-se. E foi ver 4 adultos a acenar para acender as luzes, em vez de carregar no interruptor!

;-)

2 comentários:

Atalaia disse...

Só não percebo o drama, se não te estás a mexer, pra que é que precisas de luz? E essa história dos quatro adultos a dizer adeus não tem assim tanta graça ;p

Quem é que os mandou (aos anfitriões) mudarem-se para um prédio do século passado!? De pôr o belo vitral da entrada não se esqueceu o construtor!!!

MissRita disse...

Ai D. fizeste-me soltar a maior gargalhada da manha!!!!!!!!!!! está optimo este post!