sábado, dezembro 04, 2004

Maternidade!

Ai! Isto de ser mãe é uma sensação estranha...
Uma pessoa sabe que as vacinas podem provocar febre, que se provocarem há medicamentos para a baixar, que não é uma doença... mas o mundo não deixa de desabar, apesar de racionalmente sabermos que não é grave...
Sentimo-nos sem pilhas e à beira do apocalipse.
E não sou eu que sou exagerada, lembro-me de já ter pensado o mesmo das mães que tenho à minha volta quando tinham os filhos doentes.


5 comentários:

CM disse...

É o que eu sempre chamei de "maldição da mãe". Quer dizer, a MINHA mãe sempre me "rogou a mesma praga". Quando ela começava com aqueles cuidados exagerados de mãe (e tu não és exagerada, mas a minha mãe é...) e eu refilava "Ó mãe, deixa-me em paz, já sou grande." (E às vezes ainda refilo). A minha mãe, nessas alturas, sempre me responde: "vais ver, quando fores tu a mãe, logo vês como é...."É lixado, mas é verdade. Não é?

CM disse...

Ó pá, já ando preocupada....O puto tá melhor ou quê?

D. disse...

Está sim. Foi só mesmo dois dias. Não tenho escrito pq tou com bué de cenas para fazer... Entre trabalho e puto... a coisa tá apertada!

Bj
D

CM disse...

Uf. Ok.
Bjs

Atalaia disse...

é FESTA TOTAL!!!
Melhor que um santana pré dissolvido, só um santada demissionário.
Como disse alguém... o importante não é a queda, mas sim a aterragem... e estes espalharam-se ao comprido...
Agora é dar-lhes enquanto estão no chão!!!